Diretor da Geap é demitido após repercussão de áudio

Atualizado: 12 de Mai de 2018


Geap Saúde

Nota publicada no site da Geap
A menos de 45 dias no cargo o diretor executivo da Geap Saúde, Roberto Sérgio Fontenele Candido, foi demitido. A informação foi passada por meio de uma nota publicada no site da própria Geap. O fato aconteceu após a repercussão negativa de um áudio, em que Roberto chegou a afirmar que médicos e hospitais “roubam” planos de saúde.


A gravação foi publicada pelo portal Correio Braziliense, no dia 21 de abril, no Blog assinado por Vicente Nunes, e gerou um grande descontentamento por parte da categoria médica. Em repúdio as graves afirmações que ofendeu toda a categoria, a Associação Médica Brasileira (AMB) enviou, logo após o acontecido, uma Notificação Extrajudicial à Geap cobrando informações.


Nota publicada no site da Geap

Segundo a reportagem do Correio Braziliense, em decisão monocrática, o presidente-substituto do conselho de administração da Geap Saúde, Manoel Messias Boaventura de Novais, encaminhou no dia 8 de maio, ofício à gerência de Gestão de Pessoas determinando a demissão do diretor executivo, Roberto Sergio Fontenele Candido.


Manoel disse ainda que a postura que teve Fontenele não condiz com a política de governança da Geap. Ele ainda esclareceu que o executivo não teria apresentado resposta plausível de retratação aos profissionais parceiros do plano de saúde, conforme solicitado pelo conselho e alinhado com o colegiado.


Com informações da Associação Médica Brasileira e Correio Braziliense

37 visualizações