Honra à Medicina




Nota de repúdio


O Sindicato dos Médicos do ABC junto com a Federação Médica Brasileira (FMB), entidade que congrega a maioria e os principais Sindicatos de Médicos do Brasil, manifesta repúdio aos episódios que envolvem o médico Giovanni Quintella Bezerra, preso em flagrante pela Polícia Civil do Rio de Janeiro, pelo crime de estupro de vulnerável durante cesariana realizada no Hospital da Mulher Heloneida Studart, em São João de Meriti (RJ).


Condenamos a prática de qualquer tipo de ato criminoso, condenação esta ampliada à prática médica que corrompe violentamente a relação médico paciente, a proteção à mulher, o respeito aos colegas e alcança todos os princípios contidos no Código de Ética Médica.


À justiça pedimos agilidade e competência para que pequena parte do assombro que comove nesse momento a sociedade brasileira, seja contemplado. Às instâncias médicas responsáveis por apurar esse fato, que não titubeiem em arrancar do nosso quadro profissional alguém que mancha nossa honrada atividade médica.


À sociedade fica o nosso pedido: não se cale contra qualquer tipo de violência. Um médico não representa o todo, mas o médico que comete atos em flagrante delito e que afeta a nossa moral institucional, tem que ser investigado e, se for o caso, banido da atividade médica.


Que seja honrada a Medicina!


#medicina #honraamedicina #medicosdoabc #medicos #sindmedabc #fmb #notaderepudio

4 visualizações